Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial - Atividades - 1 ANO DE CINEMA: da formação do olhar ao curta-metragem

1 ANO DE CINEMA: da formação do olhar ao curta-metragem

1 ANO DE CINEMA: da formação do olhar ao curta-metragem

com Laís Bodanzky, Fabiano Gullane, Vera Hamburger, Evaldo Mocarzel, Daniel Rezende, Cássio Starling Carlos, Lina Chamie, Di Moretti, Ednei Sulzbach, Jay Yamashita, Louis Robin, Eduardo Mendes e Marcelo Trotta.

Coordenação: Philippe Barcinski e Marco del Fiol.

Saiba mais sobre o curso, clique e assista


Acesse o hotsite feito especialmente para esse curso, clique aqui.


Este curso foi realizado entre os dias 22/03/2011 e 29/11/2011
No periodo das 19:00 às 22:00

22 de março a 29 de novembro (3ª e 5ª)
19h às 22h
62 aulas | 186 horas


ALUNOS INSCRITOS EM CURSOS DE 1 ANO E SEMESTRAIS RECEBEM DESCONTOS E GRATUIDADES:

  • Gratuidade em algumas aulas avulsas dos cursos de 1 Ano de Moda, Cinema e Artes;
  • Gratuidade em algumas aulas avulsas dos cursos Semestrais de Cool-hunting, Design, Fotografia e Direção de Arte;
  • Descontos de 50% em uma seleção de cursos e palestras que a Escola oferece durante o período que o aluno estiver frequentando o seu curso Semestral ou de 1 Ano.

Consulte o balcão de inscrições na recepção da Escola para conhecer os cursos, palestras e aulas avulsas disponíveis para você já se inscrever: RESERVE A SUA VAGA.


Coordenado por Philippe Barcinski e Marco del Fiol, diretor de "Não por acaso" com Rodrigo Santoro, o curso é uma excelente oportunidade para a aproximação, ampla e profunda com o cinema na qual o aluno entrará em contato com os seus principais campos do pensar e do fazer.

Mais completo que um curso de curta duração e mais acessível que uma faculdade de Cinema, é estruturado em aulas teóricas e atividades práticas. Visando o atendimento personalizado, as atividades práticas são restritas a quinze alunos por turma.

Como diferenciais destacam-se a participação de alguns dos mais importantes profissionais do cinema brasileiro contemporâneo e a agenda com diversas atividades práticas.


Curso Prático e Teórico

Nível: Básico


PROGRAMAÇÃO:

História do Cinema
5 aulas
Módulo teórico que apresenta um panorama da história do cinema e aborda questões como a gênese e consolidação da linguagem narrativa clássica, o contraponto moderno e as variações contemporâneas em torno desses modelos.

Oficina Formação de Olhar
6 aulas
Série intensa de exercícios audiovisuais individuais que propõem uma trajetória de descoberta do olhar de cada aluno. Cada aula é composta pela análise do exercício anterior e a proposição do exercício seguinte.
Aula a aula, os alunos evoluem em sua prática com os equipamentos e questionam as particularidades de seu próprio olhar.

Linguagem Cinematográfica
3 aulas
O módulo aborda os fundamentos da linguagem cinematográfica, desde sua menor unidade, o plano, enquadramentos, posição de câmera, movimentos de câmera, etc., até a maior unidade, isto é, o filme e sua estrutura e estilo em função da história contada. Será estudada a função do diretor e os recursos narrativos na transformação da palavra escrita (roteiro) em imagem/som (filme). Além de breve contextualização histórica da evolução da gramática cinematográfica serão analisadas as técnicas utilizadas por diretores consagrados na realização de suas obras, tais como, Alfred Hitchcock, Orson Welles, Martin Scorsese, Bernardo Bertolucci, Michael Haneke, entre outros.

Roteiro Cinematográfico
4 aulas
O aluno entrará em contato de forma teórica com todas as etapas de construção de um roteiro cinematográfico. A oficina engloba uma série de aulas expositivas sobre temas específicos que descrevem todo o processo da confecção de um roteiro cinematográfico.
Cada módulo se divide em diversas atividades, entre elas, a análise de filmes e exercícios práticos de dramaturgia.

Roteiro – Prático
4 aulas
Processo de roteirização de um curta-metragem a ser produzido no 2.º semestre de 2011. Em uma dinâmica de trabalho coletivo será escolhida a trama que será trabalhada, em classe, até chegar a uma escaleta dramática (lista de cenas) que servirá de base para o desenvolvimento do roteiro.

Exercício Cinematográfico
6 aulas
O módulo Exercício Cinematográfico é um desdobramento da Oficina de Formação do Olhar. Em grupos de cerca de 5 alunos, a turma produzirá 2 ou 3 vídeos com maior planejamento do que o módulo anterior. Em grupo, viabilizam-se produções um pouco mais complexas. Este módulo começa com a roteirização, segue pelo planejamento da gravação e encerra-se com a montagem e a análise do exercício pronto.

Prática de Fotografia
3 aulas
Visando um maior apuro técnico na execução do curta-metragem no segundo semestre, o módulo oferecerá um repertório mais aprofundado de teoria e prática da fotografia cinematográfica. Através de exercícios com refletores, uma câmera HD e um monitor HD, os alunos terão contato com as principais questões da fotografia cinematográfica

Oficina de Curta Metragem
17 aulas
Visando um aprofundamento das questões trabalhadas no primeiro semestre, a parte prática do segundo semestre será focada na produção de um curta-metragem em HD 720p. Além da produção do filme propriamente dito, cada etapa da produção servirá de pretexto para o estudo das diversas áreas do fazer cinematográfico: roteiro, direção de atores, fotografia, som, montagem e finalização de imagem. Os alunos terão a oportunidade de focar em alguma área de seu especial interesse ou desempenhar diferentes funções ao longo do filme. Enquanto o primeiro semestre apresenta uma abordagem espontânea do processo, o semestre é focado no planejamento de todas as áreas da produção.

Prática de Som
2 aulas
Visando um maior apuro técnico na execução do curta-metragem no segundo semestre, o módulo oferecerá um repertório mais aprofundado de teoria e prática da gravação de som direto. Através de exercícios com câmera, mixer e diversos tipos de microfones, os alunos terão contato com as principais questões da captação de som para cinema.

Prática de Câmera
1 aula
Visando um maior apuro técnico na execução do curta-metragem no segundo semestre, o módulo oferecerá um repertório mais aprofundado da prática da operação de câmera de vídeo digital. Serão discutidos em classe assuntos como: exposição, foco, balanço de branco, logagem, entre outros.

Palestras:

  • Palestra de Roteiro para Cinema com professor a definir.
  • Palestra de Direção com Philippe Barcinski, diretor de “Não por acaso” com Rodrigo Santoro.
  • Palestra de Direção de Atores para Cinema com Laís Bodanzky, diretora de “Bicho de Sete Cabeças”, “Chega de Saudade” e “As Melhores Coisas do Mundo”.
  • Palestra de Direção de Arte para Cinema com Vera Hamburger, diretora de arte dos filmes “Ó pai, ó”, “Não por acaso”, “Castelo Ra-tim-bum, O Filme”, além da cenografia do filme “Carandiru”. Recentemente foi diretora de arte do filme “Salve Geral”.
  • Palestra de Fotografia para Cinema com Marcelo Trotta, responsável pela fotografia dos longa-metragens e das séries "Antônia" e "Som e Fúria"da Rede Globo e "Alice" da HBO.
  • Palestra de Documentário para Cinema com Evaldo Mocarzel, editor de “O Cinema dos Meus Olhos”, “Sentidos à Flor da Pele”, “À Margem do Lixo” e “São Paulo Companhia de Dança”.
  • Palestra de Montagem para Cinema com Daniel Rezende, montou importantes filmes como “Cidade de Deus”, “Diários de Motocicleta”, “Tropa de Elite” e “The Tree of Life” .
  • Palestra de Som para Cinema com Eduardo Mendes, trabalhou como sound designer em filmes como “Antonia”, “Um Céu de Estrelas” e “Contra Todos” e “A Casa de Alice”.
  • Palestra de Música para Cinema.
  • Palestra de Produção para Cinema com Fabiano Gullane, produtor de longas no “Narradores de Javé”, “Castelo Rá-Tim-Bum”, “Bicho de 7 cabeças”, “Carandiru” e “Plastic City”, do chinês Yu Lik-wai.

Material que o aluno deve levar para as aulas: Computadores com softwares de edição, câmeras de foto e vídeo (em ambos os casos é recomendado trazer o melhor equipamento disponível, porém quem não tiver o equipamento ideal pode trazer câmeras de baixa resolução e até celular), material para anotações e impressão de arquivos digitais.

OBS: Em relação aos softwares o aluno que possue um software de sua preferência pode usá-lo. Se não possuir software de edição, recomendamos iMovie para MacIntosh que já vem gratuito com a máquina e para PC o Sony Vegas que atende as necessidades do curso. Em relação a software de gerenciamento de fotos recomendamos iPhoto para Mac e Picasa para PC (ambos gratuitos).


Assista aos vídeos relacionados ao curso 1 Ano de Cinema:


A Escola São Paulo poderá alterar datas e horários ou cancelar os cursos, de acordo com o número de interessados. Em caso de imprevisto com o professor, poderá haver substituição, a critério da Escola São Paulo, sem alteração do programa.


Professores:


Cássio Starling Carlos
Cássio Starling Carlos

Crítico, curador, pesquisador e professor de história do audiovisual. Graduou-se em Filosofia pela UFMG. Como crítico, colabora regularmente para o jornal Folha de S. Paulo. Integra o grupo de curadores da Mostra de Cinema de Tiradentes, da CineOP e da CineBH. Editou as coleções Folha Clássicos do Cinema (2009),  Folha Cine Europeu (2011) e Folha Charles Chaplin (2012). É autor do livro Em Tempo Real (Ed. Alameda, 2006) sobre narrativas de séries de TV.

Daniel Rezende
Daniel Rezende

Cineasta, Daniel Rezende montou importantes filmes como Cidade de Deus, de Fernando Meirelles (com o qual recebeu o prêmio BAFTA e uma indicação ao Oscar), Diários de Motocicleta, de Walter Salles, Tropa de Elite, de José Padilha, e The Tree of Life, de Terrence Malik.

Marcelo Trotta
Marcelo Trotta

Diretor de fotografia de cinema, televisão e publicidade, Marcelo Trotta é responsável pela fotografia dos longas-metragens O Signo da Cidade, de Carlos Alberto Riccelli, e Condomínio Jaqueline, de Roberto Moreira, além de episódios das séries Antônia e Som e Fúria, da Rede Globo e Alice da HBO.

Marco Del Fiol
Marco Del Fiol

Diretor, câmera, editor e finalizador, Marco Del Fiol se especializou em documentários realizados com o mínimo de equipe e equipamento. Nesse esquema, realizou trabalhos para a MTV Brasil, Associação Cultural Videobrasil, Canal Futura e Centre Pompidou.

Eduardo Santos Mendes
Eduardo Santos Mendes

Professor, pesquisador e sound designer, Eduardo Santos Mendes leciona no curso superior de Audiovisual da ECA/SP. Trabalhou como sound designer nos filmes Antonia e Um Céu de Estrela de Tata Amaral; ‘Contra Todos de Roberto Moreira; A Casa de Alice de Chico Teixeira, Corpo de Rubens Recuala e Rossana Foglia e No Meu Lugar de Eduardo Valente.

Laís Bodanzky
Laís Bodanzky

Cineasta, Laís Bodanzky conquistou reconhecimento já em seu longa-metragem de estreia, Bicho de Sete Cabeças. O filme foi ganhador de diversos prêmios no Festival de Brasília de 2000 e no Festival de Biarritz, em 2001. Em 2007, lançou Chega de Saudade, que recebeu dois prêmios no Festival de Cinema de Brasília, incluindo melhor filme do júri popular. Seu próximo projeto chama-se Mano.

Fabiano Gullane
Fabiano Gullane

Produtor de filmes e sócio da produtora Gullane Filmes e formado pela Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP, Fabiano Gullane se destaca na produção de longas desde 1996. Participou da produção dos filmes Os matadores e Ação entre amigos, de Beto Brant; Kenoma e Narradores de Javé, de Eliane Caffé; Dois Córregos, de Carlos Reichenbach; Através da Janela, de Tata Amaral; Castelo Rá-Tim-Bum, O Filme, de Cao Hamburguer; Durval Discos, de Anna Muylaert; Bicho de 7 cabeças. Na televisão, fez a produção executiva da minissérie Carandiru – Outras histórias. Produziu O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias, de Cao Hamburguer; O mundo em duas voltas, de David Schürman; Querô, de Carlos Cortez; O Magnata, de Johnny Araújo; e Chega de saudade, de Laís Bodanzky. Em 2008, O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias e Encarnação do Demônio, de José Mojica Marins, e as co-produções Birdwatchers, do italiano Marco Bechis, e Plastic City, do chinês Yu Lik-wai, foram selecionados para o Festival de Veneza.

Vera Hamburger
Vera Hamburger

Diretora de arte e cenógrafa de cinema, teatro, dança e ópera, Vera Hamburger é formada em arquitetura pela FAU-USP. Realizou, entre outros, a direção de arte dos filmes Ó pai, ó, Não por acaso, Cafundó, Deus é Brasileiro, Castelo Rá-tim-bum, O Filme e das séries de TV Filhos do Carnaval e Salve Geral, de Sérgio Rezende.

Evaldo Mocarzel
Evaldo Mocarzel

Editor de cultura do jornal O Estado de S. Paulo durante oito anos. Trabalhos: Retratos no Parque (1999); À Margem da Imagem (curta 2002 e longa 2003); Mensageiras da Luz - Parteiras da Amazônia (curta e longa 2004); Primeiros Passos (2005); Do Luto à Luta (2005); À Margem do Concreto (2006); Jardim Ângela (2007); O Cinema dos Meus Olhos (2007); Brigada Pára-quedista (2007), Sentidos à Flor da Pele (2008), À Margem do Lixo (2008), ) e BR-3 (o documentário e a peça) (2009), Quebradeiras (2009), Cinema de Guerrilha (2010) e São Paulo Companhia de Dança (2010).Formado em Cinema e Jornalismo na Universidade Federal Fluminense, no Rio, em 1982.

Ednei Sulzbach
Ednei Sulzbach

Técnico habilitado nas áreas de captação de imagens, edição e Iluminação. Trabalha para diversas produtoras como profissional free lancer na captação em formatos digitais. Também é colaborador freqüente de locadoras de equipamentos, revistas e sites de conteúdo especializado. Além da Escola São Paulo, também ministra aulas em outras instituições como Senac SP, Instituto Criar de TV e Cinema, Academia Internacional de cinema e Studio Motion.

Lina Chamie
Lina Chamie

Cineasta, dirigiu o premiado curta-metragem “Eu sei que você sabe”. Seu primeiro longa-metragem, “Tônica Dominante”, lhe rendeu entre outros prêmios, o Kodak Vision Award/WIF, em Los Angeles, e o prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte, em 2001. “A Via Láctea”, seu segundo longa-metragem, recebeu o Prêmio Casa de Américano, Cine en Construccíon no Festival Internacional de San Sebastián, Espanha, 2006, e teve estreia mundial no Festival de Cannes em 2007. Desde então, “A Via Láctea” participou de mais de 80 festivais pelo mundo, além de receber inúmeros prêmios e o reconhecimento da crítica nacional e internacional.

Di Moretti
Di Moretti

Roteirista de vídeos institucionais e programas especiais de TV, professor de roteiro e consultor dos Laboratórios de Roteiro - Sundance Institute e Sesc Rio de Janeiro. Roteirizou vários longas-metragens premiados, entre eles: “O Velho – A História de Luiz Carlos Prestes” (1998), “Latitude Zero” (2000), “As Vidas de Maria” (2001), “Cabra-Cega” (2002), “Filhas do Vento” (2004), “Nossa Vida não Cabe num Opala” (2006) e “Simples Mortais” (2007), “Já lançados comercialmente”, “Antes da Noite’, “No Olho da Rua” e “A Última Estação”.

Jay Yamashita
Jay Yamashita

Diretor de fotografia de cinema, publicidade e videoclipes, atuante desde 1993.

Responsável pela fotografia dos longas-metragens De Passagem e Os 12 Trabalhos de Ricardo Elias; do documentário Rita Cadillac – A Lady do Povo de Toni Venturi; e dos curtas-metragens A Escada de Philippe Barcinski e Distraída para a Morte de Jefferson De.

Louis Robin
Louis Robin

Técnico de Som Direto em Cinema, Televisão e Publicidade desde 1996 até os dias de hoje. Destaque pelas atuações nos documentários Prisioneiro da Grade de Ferro, Quinhentas Almas e Diário de Naná e nos projetos de ficção O Invasor, A Concepção, Via Láctea, Amarelo Manga, Crime Delicado, Baixio das Bestas, As melhores Coisas do Mundo, Quanto Vale ou é por Quilo e Reflexões de um Liquidificador.

Philippe Barcinski
Philippe Barcinski

É professor, cineasta, roteirista e diretor televisão. Seus trabalhos no cinema receberam mais de 60 prêmios nacionais e internacionais, como os curtas Palíndromo (2002) e Janela Aberta (2001). Participou de importantes festivais, como Cannes e Berlin, e em 2007 dirigiu seu primeiro longa-metragem, Não Por Acaso, com Rodrigo Santoro e Leonardo Medeiros. Na televisão, dirigiu séries para Globo, MTV, TV Cultura e ARTE.

Apoio aos cursos de Cinema:

 ESCOLA SUPERIOR DE ARTES CELIA HELENA    MÓDULOS


Foto: Light House Cinema, Dublin (http://thecoolhunter.com.au)